Assunto: Cistos

Sou ciclista e descobri um cisto hidático no testículo. O que é isto e tem a ver com parasitas?

Nada a ver com parasitas. Pode-se dizer simplesmente "cisto" de testículo (ou de epidídimo ou de cordão espermático, de acordo com a localização), que é como uma pequena bolsa cheia de líquido (peritoneal na congênita) ou (líquido inflamatório) decorrente de trauma, temperatura, infecção ou todas juntas. No seu caso, pode ser congênita ou como no caso de muitos ciclistas e motociclistas, deve-se ao trauma repetido com o banco, mesmo que indireto, pelo sacudir. O termo hidátide, para não se confundir com a dos parasitas, teria eu ser acompanhada de (Hidátide de) Morgani, que pode inclusive ocorrer no análogo aos testículos na mulher, as trompas (ovários). Esta hidátide tem importância clínica apenas pela dor e sensibilidade ao toque, como a que se experimenta ao ser examinado, sendo uma dor que pode "subir" (irradiar) ao abdômen baixo.  Não há relação com outras doenças ou tumores. Um bom exame clínico  (palpação) e eventualmente uma ecografia para documentar, é o suficiente para o diagnóstico. O tratamento da dor é apenas com analgésicos ou antiinflamatórios, mas a dor volta se houver novo trauma no local. A solução definitiva para a dor é a retirada cirúrgica do(s) cisto(s), esta realizada apenas em quem já teve os filhos que queria, pois o risco de interromper a passagem de esperma, ao manipular cirurgicamente a região, é grande.

 
O que é cisto no epididimo?

É um pequeno processo inflamatório que junta líquido no epidídimo, formando uma pequena "bolota" que ocasiona dor ao toque ou trauma (ao se enxugar, vestir, relação sexual, etc.), que se irradia ao testículo e às vezes, à região inguinal do mesmo lado e à barriga. Apenas os grandes cistos são tratados por cirurgia. Pode ser ocasionado por traumas no local, uso de roupa justa, ocupação (motoqueiro), artes marciais, etc. Não está relacionado com tumores.