Assunto: Pênis (1) (2) (3) (4)

 

Aquele cabresto ou cordinha do pênis, pode arrebentar ?
 

Sim. O freio bálanoprepucial (liga a glande ao prepúcio) é uma estrutura que não agüenta muita tração ou estiramento. Assim, numa relação pouco lubrificada (por exemplo, anal) ou um freio muito curto, podem romper-se aos poucos (geralmente só com dor local) ou de uma vez, com sangramento, muitas vezes importante, pois dentro do freio existem uma artéria e uma veia que se rompem junto com ele. Geralmente é preciso uma pequena cirurgia para estancar (parar) o sangramento. Não chega a ser uma "hemorragia", mas por se tratar da região genital, impressiona.

O freio serve para tracionar de volta a pele sobre a glande (para protegê-la) após a ereção ou apenas a retração da mesma para a higiene. Não confundir com fimose. O freio é uma estrutura que existe normalmente e pode ser retirado sem nenhum prejuízo ao homem, uma vez que esteja causando dispareunia (dor às relações sexuais) ou qualquer outro desconforto.

 

 

Existe algum exercício para endurecer mais minhas ereções ou aumentar o tamanho do meu pênis ?

Acho meu pênis um pouco flácido quando ereto. Existe algum exercício que eu possa fazer para torná-lo mais rígido ?

A rigidez (dureza) de seu pênis não depende de musculatura que você possa exercitar para torná-lo mais duro (ou maior) quando ereto. A rigidez depende do enchimento dos corpos cavernosos por sangue. Quando você faz "força" e o pênis levanta, ou aparentemente fica mais rígido, você está apenas usando a sua musculatura perineal interna (entre o escroto e o ânus) para "forçar" a entrada de mais sangue para dentro dos corpos cavernosos, aumentando assim a rigidez. Quando você relaxa, observe que o pênis tende a baixar um pouco, permanecendo apenas o conteúdo suficiente para a penetração. Assim, a resposta é não existe "exercício" para aumentar a rigidez ou tamanho do pênis. (Ver Anatomia e DE)

 

Meu pênis é torto para a esquerda quando ereto, ficando como um gancho. O que pode ser ? 
Qual o tratamento ?
 

A principal causa de encurvamento peniano no jovem, pode ser devido a assimetria dos corpos cavernosos, isto é, um deles é mais longo que o outro, encurvando o membro para o lado do corpo cavernoso mais curto, não havendo um lado mais freqüente. É uma anomalia congênita (nasce com o indivíduo) e só é notada à medida que se iniciam as ereções encurvadas. Outra causa de encurvamento é a fimose, que pela menor elasticidade do prepúcio, encurva o pênis ereto. É fundamental o exame físico para um diagnóstico adequado. O tratamento geralmente é cirúrgico nos encurvamentos acentuados que não permitam a penetração para a prática sexual, bem como nos casos de fimose. Outra causa, menos comum no jovem, a Doença de Peyronie, que é a fibrose da túnica albugínea de um ou ambos corpos cavernosos, levando ao encurvamento peniano (Ver - Peyronie). O tratamento é cirúrgico após a estabilização da doença.

 
Apareceram algumas bolinhas brancas pequenas ao redor da cabeça (glande) do meu pênis, que não coçam ou incomodam. O que pode ser ?

Existe uma fileira de glândulas (de Tyson) ao redor da cabeça do pênis, como que formando uma coroa, que podem estar mais evidentes em alguns homens. Tais glândulas produzem aquela secreção branca chamada esmegma que aparece quando a higiene é precária. Não quer dizer que quem tem as glândulas mais desenvolvidas não faz a higiene correta. É apenas uma característica do seu pênis. Em todo caso, um exame físico é importante para afastar outros problemas, como a candidíase peniana.
Á direita resultado estético, após 2 meses do tratamento para remoção das glândulas papilares (Tyson),

 

 

Venho tentando tratar a uns dois anos uma irritação peniana que foi diagnosticada no início como uma simples micose. Já usei vários tipos de medicamentos, fiz a cirurgia de circuncisão. Mas até hoje o problema continua causando ardência, prurido e lesões branco-avermelhadas no local,atrapalhado minha atividade sexual.Como poderia achar a solução para o problema?

Após a circuncisão ocorre uma dificuldade de drenagem linfática do prepúcio interno e glande, com aumento da incidência de doenças inflamatórias (não infecciosas como micoses) que têm os mesmos sinais (vermelhidão, descamação) e sintomas (prurido, ardência) que as micoses.  Além disto, se na cirurgia foi retirado mais prepúcio externo que interno, este último quase uma mucosa (delicado), tais sintomas são mais evidentes. O uso prolongado de cremes e pomadas acarreta também uma irritação, pois é a maneira pela qual a pele absorve os produtos. Procure um urologista p/ ser examinado ou até um dermatologista com experiência urológica p/ examiná-lo e orientá-lo. Neste meio tempo procure evitar medicações tópicas (cremes e pomadas) e mantenha o pênis limpo (sabonete comum) e bem seco.

 

Meu namorado tem cheiro forte no pênis, porém o mesmo não apresenta nenhuma lesão, secreção ou sangramento. Pode ser doença ou falta de higiene?

Existe no pênis normal, com a pele encobrindo a glande, um odor "sui generis", isto é característico deste, produzido pelas glândulas ao redor da glande e no prepúcio. O excesso de higiene só contribui para aumentar o número de glândulas, pois se lavando a secreção, o organismo interpreta com falta e produz ainda mais. Não deve ser um odor muito forte. Pode ser que ele tenha alguma alteração da pele. Deve procurar um urologista.

Meu pênis é encurvado para cima desde os meus 16 anos. Estou agora com 30 anos. Consigo ter relação sexual normalmente, mas gostaria de saber se, existe algum exercício ou aparelho para deixá-lo reto ?

O pênis, apesar de ser um membro central, pode não ser perfeitamente reto quando em ereção. É normal que ele fique como um arqueado para cima e não linearmente reto para cima. O encurvamento pode também ser para os lados e desde que permita a penetração sem dor ou desconforto, você não deve procurar retificá-lo por meio de "exercícios", "aparelhos" ou "equipamentos" para este fim. Se assim fizer, poderá machucar os delicados tecidos internos do pênis que se enchem de sangue para a ereção e aí sim, piorar o encurvamento e até mesmo fraturá-lo.  Consulte um urologista para examiná-lo e fazer um correto diagnóstico entre assimetria de corpos cavernosos (congênito) ou Doença de Peyronie.

 
Tenho umas pequenas bolinhas brancas na margem da cabeça (glande) do meu pênis, que não coçam ou doem. O que pode ser e com tratá-las ?

São glândulas papilares esbranquiçadas que se localizam na borda da glande e/ou no sulco coronal. Tais glândulas produzem o esmegma e podem estar mais evidentes em alguns homens, circundando às vezes toda a glande. Quanto mais se lava (retira a secreção), mais elas tendem a se desenvolver para produzir a secreção. Podem ser tratadas, com finalidade meramente estética, por cauterização térmica, sob anestesia local, com bons resultados. São conhecidas por nomes estranhos com corona hirsuta (ou coroa hirsuta), hirsutismo papilar, glândulas de Tyson e outros. Não é uma DST, não é contagioso.
Á direita resultado estético, após 2 meses do tratamento para remoção das glândulas papilares (Tyson),

 

Pênis pouco torto e líquido (gelatina) eliminado pela uretra sem ejaculação. É normal ?

O pênis não é um órgão centrado e sim central, podendo ter um certo desvio para os lados e ainda para cima ou para baixo, desde que possibilite a penetração sem dor.

Quanto à secreção viscosa, deve ser o liquido prostático, que corresponde à maior parte do sêmem (esperma + líquido prostático), sendo eliminado principalmente nos esforços para urinar (com bexiga cheia) e defecar, pois as fezes pressionam a próstata ao sair (ver anatomia masculina). Entretanto, um líquido viscoso incolor pode também ser uma uretrite, como a clamídia, isto se acompanhado de ardência ou coçeira (prurido) na uretra (canal da urina). Leia em DST também no site.

Qual a duração de uma prótese peniana ? Existe garantia se apresentar problemas ?

A duração depende do tipo da prótese. Se esta for inflável (ver Próteses) pode apresentar mais defeitos que uma rígida ou semi-rígida, pois tem mais mecanismos envolvidos no seu funcionamento, como por exemplo, entupimento da válvula que desfaz a ereção.

Assim, as mais seguras (e baratas) são as rígidas e semi-rígidas, que se implantadas corretamente, duram uma vida. A garantia gira em torno de 10 a 15 anos, dependendo do fabricante, das condições de implante e de uso.